estrias

Tratamento de Estria e Celulite

Estrias

As estrias são queixa freqüente no consultório dermatológico, principalmente pelas mulheres, que a cada dia têm se preocupado mais com a estética corporal. Realmente as estrias são mais prevalentes no sexo feminino e estão diretamente relacionadas a períodos de alterações hormonais, como a puberdade, gestação e obesidade

As estrias são cicatrizes suaves em locais onde houve estiramento excessivo da pele, levando a um rompimento prematuro das fibras.

 CAUSAS:

No puberdade, as alterações hormonais relacionadas a adrenarco, com participação importante do cortisol, podem levar ao aparecimento de estrias. No gestação, os próprios hormônios da gravidez, associados ao estiramento do pele e ao ganho de peso levam a formação de estrias. E interessante ressaltar, que as estrias são mais freqüentes nas gestantes adolescentes quando comparadas a mulheres adultas grávidas. Isto talvez ocorra em decorrência da soma de componentes hormonais nas adolescentes grávidas.

Além destas condições fisiológicas, há outros fatores que desencadeiam a formação de estrias, como o ganho de peso, o uso de corticóides sistêmicos e tópicos, e o aumento abrupto de massa muscular, observado em pessoas que se submetem a uma hipertrofia muscular rápida, acompanhada de distensão importante da pele.

As estrias são cicatrizes suaves em locais onde houve estiramento excessivo da pele, levando a um rompimento prematuro das fibras.

As razões do seu aparecimento não são totalmente claras mas fatores hormonais são relevantes, pois as mulheres são mais suscetível na época da puberdade e gravidez. Na fase as estrias são arroxeadas demonstrando um estado inflamatório da pele. Nesta fase ela é mais fácil de ser tratada com a utilização de lasers que diminuem o eritema e a tendência para cicatriz. A estria vermelha é totalmente diferente da estria branca pois a primeira é considerada a fase inicial, inflamatória, com vasodilatação, e a segunda é cicatricial sem inflamação e com cor esbranquiçada.

As estrias brancas representam o aspecto final da estria, já estão consolidadas, não há mais processo inflamatório e são mais difíceis de tratar.

Neste caso, além do aspecto esbranquiçado, existe o afinamento e depressão e quantidade menor de fibras. Os tratamentos utilizados visam a estimulação da pele para que maior quantidade de fibras possa ser produzidas.

Tratamento de Estrias

O tratamento das estrias não é simples, uma vez que ainda não existe nenhum método capaz de resolvê-las por completo. Por isso, é muito importante que os pacientes sejam orientados sobre os resultados que podem ser obtidos, uma vez que a expectativa costuma ser a cura.